4 Maneiras de evitar a Infecção de Urina. A 2 é fundamental.

Tempo de leitura: 5 minutos

Afinal, o que é Infecção de Urina?

É um pouco desesperador saber que está com infecção de urina. Quem já passou por isso, ou está passando sabe bem como é.

O incômodo é muito grande, tem dores, vontade de ir ao banheiro várias vezes, e até mesmo calafrios e febre, entre outros sintomas.

  • A Infecção Urinária é uma doença muito frequente na população, e é causada por bactérias que vivem no intestino, principalmente a Escherichia coli responsável por mais de 70% dos casos.

Os tipos de infecção urinária são:

  • Cistite, que é na bexiga;
  • Uretrite, especificamente na uretra;
  • Pielonefrite, infecção nos rins;

A mais comum é na parte inferior do trato urinário, onde está a bexiga e a uretra.

Esse tipo de infecção é maior entre as mulheres, pois a uretra das mulheres é mais curta.

Já os homens estão mais protegidos, pois a uretra deles é até cinco vezes maior e os micróbios têm mais dificuldade de chegar à bexiga.

Hoje vamos falar um pouco sobre a infecção de urina, e o que você deve fazer no seu cotidiano para evitá-la.

Todas as informações deste artigo são de caráter educativo, e somente a consulta com um médico especialista poderá apontar as causas e tratamentos.

Agende agora mesmo uma consulta

Quais os principais sintomas da infecção de urina?

Os sintomas podem surgir rapidamente, ou silenciosamente, e variam em cada pessoa, mas geralmente se apresentam com:

  • Disúria, que é o ardor na uretra durante a micção;
  • Aumento da frequência urinária, mais de oito vezes por dia;
  • Noctúria, que é urinar a noite mais de uma vez;
  • Sensação de não esvaziar a bexiga, após urinar;
  • Dor no abdômen próximo a bexiga;
  • Presença de sangue na urina;
  • Alteração da aparência da urina, como coloração escura, turva;
  • Odor forte;
  • Febre e calafrios.

As mulheres adultas são as maiores vítimas, mas a infecção de urina acomete todas as idades, desde crianças até idosos.

Como se faz o diagnóstico da infecção de urina?

Para identificar a infecção urinária, o médico solicita exames de laboratório, chamados de EAS (elementos anormais do sedimento) ou urina do tipo 1; Urocultura com antibiograma entre outros

No caso da Urocultura com antibiograma, já se identifica o tipo de bactéria que está causando a infecção e assim é possível triar os antibióticos que serão efetivos para o tratamento.

Para a infecção de urina o velho ditado…

“melhor prevenir do que remediar”

É perfeito e serve como seu guia.

E agora que você já entendeu um pouco sobre a infecção de urina, coloque em prática as 4 maneiras de evitar infecção de urina.

1 -Esvazie a bexiga com frequência, evitando longos períodos de retenção urinária

Médicos afirmam que segurar a urina por muito tempo é um fator de risco para infecção.

Por isso, não segure o xixi. Se está com vontade de ir ao banheiro, vá.  Se não está em casa, procure um local próximo.

A dica aqui é esvaziar a bexiga a 3-4 horas, mesmo que não esteja com vontade de urinar.

Não tenha pressa: certifique-se que esvaziou toda a bexiga.

2 – Consuma água e mantenha-se bem hidratado

É importante beber líquido, mas a água é ainda mais essencial. Ela é realmente fundamental em nossas vidas.

Provavelmente você já deve saber disso, além de trazer diversos benefícios, a água também vai ajudar a evitar infecção de urina.

Consuma no mínimo 2 litros de água por dia.  Esse é o mínimo de água, não coloque refrigerantes e sucos nesta conta.

3 – Manter hábito intestinal regular, tratando a constipação quando indicado.

A constipação ocorre quando as fezes são muito duras e pequenas, e ao serem eliminadas necessitam de força defecatória.

No primeiro momento deve-se investigar as possíveis causas, entre elas, endócrinas, metabólicas, neurológicas, dieta e proctológicas que contribuem para a dificuldade de evacuar.

Em seguida, é importante agir para tratar com eficiência as causas, principalmente:

  • Conscientização das necessidades em consumir os alimentos que contribuem para otimizar o trânsito intestinal;
  • Reeducação alimentar;
  • Maior ingestão de fibras;
  • Tratamento com medicamentos;
  • Revisão dos medicamentos, caso a pessoa faça uso contínuo.

4 – Dê preferência para o uso de roupas íntimas e calças com tecidos mais arejados

As roupas muito apertadas podem favorecer o surgimento de infecções nos genitais.

Além disso, os tecidos sintéticos dificultam a transpiração e aumentam o risco de proliferação de microrganismos, especialmente do fungo Cândida.

Para as mulheres, dormir sem calcinha e preferir as de algodão durante o dia, possibilita um tempo menor de contato da região vaginal com tecidos, possibilitando a transpiração.

Além dessas ações é importante também preservar hábitos na sua vida, como:

  • Urine após relações sexuais;
  • Tantos homens como mulheres, não devem exagerar no uso de sabonetes íntimos;
  • Para as mulheres é ideal substituir o absorvente no máximo de 4 em 4 horas;
  • Não use talcos e perfumes na região íntima.
  • Faça consultas regularmente a um médico urologista

É importante que seu médico saiba como está sua saúde, o que anda fazendo e como faz para prevenir doenças.

O urologista Dr. Julliano Guimarães indica que o retorno ao médico deve ser feito no mínimo anualmente.

Mas em casos de doenças e infecções é necessário fazer um acompanhamento mais frequente.

Cuide da sua saúde! =)

Faça consultas médicas e não trate a infecção de urina como um problema qualquer, porque ela pode trazer outros tipos de problemas para a sua saúde.

O diagnóstico precoce é a sua garantia de evitar maiores danos à sua qualidade de vida.

Agende agora mesmo uma Avaliação Médica com Urologista.

A Clínica Medicina Premium atende como principal especialidade Urologista em SBC (São Bernardo do Campo)

Agende agora mesmo uma Avaliação Médica com Urologista.

Já leu nosso artigo sobre Como eliminar dor nas Pernas? Acesse Agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =