Varizes na Pernas: Como cuidar e ter resultados excelentes

Tempo de leitura: 6 minutos

Varizes nas Pernas. O Mal que persegue muita gente

As varizes nas pernas estão entre as queixas mais comuns no cotidiano dos consultórios médicos, principalmente envolvendo as mulheres.

Não é apenas na área estética que as varizes ou vasinhos interferem negativamente. Há casos em que causam um intenso desconforto, com dor, inchaço, cansaço, manchas e úlceras. Além disso podem aumentar os riscos de problemas mais graves como por exemplo,  a Trombose Venosa Profunda.

O diagnóstico e tratamento das varizes nas pernas são essenciais e imprescindíveis para garantir pernas bonitas e saudáveis.

Neste artigo vamos abordar como cuidar das varizes nas pernas e conseguir resultados excelentes.

Todas as informações são de caráter educativo. Somente a consulta com um médico especialista poderá apontar as causas e tratamentos.

Agende aqui uma consulta com médico especialista

O que são as varizes?

As varizes são veias que se dilatam e se tornam tortuosas a ponto de terem sua função prejudicada, comprometendo o retorno do sangue venoso ao coração e pulmões.

Elas se apresentam de forma tortuosa e alongada, sendo muito ou pouco visíveis, dependendo de seu diâmetro e da profundidade em que se encontram.

O fator genético é o que mais tem influência para o surgimento de varizes nas pernas  e, somado a outras situações contribuintes, pode levar a piora da doença.

Outro detalhe importante, é que as varizes podem surgir em várias partes do corpo mas nas pernas e pés sua incidência é maior, talvez por serem as áreas que, devido à nossa postura e força da gravidade, sofrem maior pressão do sangue.

A presença de varizes em pessoas sem história familiar da doença também deve ser valorizada pois pode ser sinal de problemas mais complexos, como:

  • Coágulos de sangue nas veias profundas (trombose venosa profunda);
  • Fístulas arteriovenosas (comunicações anormais entre artérias e veias);
  • Presença de tumores;
  • Compressões das veias por alterações congênitas em outras estruturas do corpo.

Grande parte das pessoas que tem varizes nas pernas sente importante desconforto diário, com dores, pernas inchadas e cansadas.

A estética também é um grande incômodo, principalmente quando as varizes são de grosso calibre ou se os vasinhos são em grande quantidade.

Todos os casos de varizes se desenvolvem da mesma forma?

É importante compreender a divisão dos tipos de varizes, veja:

  • Varizes primárias

São de causa genética, agravadas por outros fatores contribuintes como: ser do sexo feminino (devido à ação dos hormônios femininos na dilatação dos vasos), múltiplas gestações, sobrepeso ou obesidade, atividade laboral na qual se carregue peso em excesso e/ou fique longos períodos em pé ou sentado, entre outros.

  • Varizes secundárias

São resultados de outras doenças que causam a compressão das veias ou a obstrução delas.

  • As varizes também podem se apresentar em vários graus de gravidade

As mais leves são as que causam dilatação de pequenos vasos muito superficiais da perna, se apresentando como “vasinhos” avermelhados ou vasos esverdeados visíveis na pele sem, contudo, promover relevo perceptível ao toque. Também podemos ter veias mais grossas, dilatadas, tortuosas e salientes, ter inchaço da perna e tornozelo, escurecimento ou alteração na espessura da pele, além da possibilidade de aparecimento de úlceras de difícil cicatrização.

Alguns casos podem apresentar sangramento de pequenos ou grandes vasos, pode haver predisposição para eczema, infecção e até flebites e a embolia pulmonar, que coloca a vida da pessoa em risco.

Quais são os riscos de desenvolver varizes?

Como falamos, a pré disposição genética favorece o aparecimento de varizes nas pernas.

Em determinadas situações as chances dessa doença se desenvolver aumentam. Dentre essas situações podemos citar:

  • Gestação;
  • Aumento da idade;
  • Excesso do peso;
  • Grandes períodos em pé ou sentado;
  • Histórico de Trombose venosa Profunda.

Quais são os principais sintomas das varizes nas pernas?

Às vezes a queixa envolve apenas o aspecto visual, como falamos anteriormente, sem haver dor, ou grandes desconfortos.

Em outras pessoas não é apenas a aparência desagradável das varizes nas pernas que causa incômodo. Outros sintomas podem estar presentes:

  • Ardência nas pernas;
  • Pernas pesadas;
  • Inchaço, nos tornozelos, pernas e pés;
  • Coceira sobre a veia doente ou sobre a pele ao redor;
  • Escurecimento da pele;
  • Infecções frequentes da pele da perna;
  • Sangramento frequentes dos vasos;
  • Úlceras de difícil cicatrização.

Como é feito o diagnóstico?

Logo na primeira consulta, o médico vai escutar as queixas, conhecer seu histórico pessoal e familiar de vida e doença, realizar o exame físico e formular um diagnóstico prévio (hipótese diagnóstica).

Em seguida, a realização dos exames de laboratório e alguns outros exames de imagem complementam o diagnóstico, como:

  • Ultrassonografia Doppler colorido

É uma técnica não evasiva, com tecnologia inteligente, que investiga em detalhes os vasos, tanto identificando as características referentes à estrutura dos vasos e órgãos vizinhos a eles quanto avaliando o funcionamento deles em tempo real.

Consegue medir o calibre, avalia o trajeto da veia e investiga possíveis obstruções.

A ultrassonografia Doppler é um exame de amplo uso, podendo analisar as artérias e as veias abdominais, de todos os membros e do pescoço.

  • Tomografia

É um exame moderno, de alta resolução e nível de assertividade alto para analisar as veias doentes, com as desvantagens de maior custo, menor disponibilidade, uso de radiação (raios X) e de contrastes (aos quais alguns pacientes apresentam alergia), além de não fornecer informações quanto ao funcionamento dos vasos, analisando apenas sua estrutura.

  • Ressonância

É também um exame muito detalhado, permite imagens em duas ou três dimensões, de qualquer parte do corpo, também com limitação quanto ao custo, impossibilidade de ser realizado em pacientes com claustrofobia ou com estruturas metálicas no corpo, também envolvendo o uso de contrastes e não fornecendo informações funcionais dos vasos, apenas estruturais.

Todos esses exames devem ser solicitados e realizados por um profissional competente e habilitado e acompanhado por um Médico Vascular.

Como Funciona o Tratamento?

Após avaliação do médico vascular, inicia-se o tratamento, que pode envolver:

  • Prescrição de medicamentos;
  • Uso de meias elásticas;
  • Orientações de mudanças comportamentais (perda de peso, prática de atividades físicas regulares, regularização do hábito intestinal, evitar longos períodos em pé ou sentado, evitar roupas muito justas e o uso de cintas abdominais etc);
  • Escleroterapia, conhecida também como aplicações;
  • Cirurgia;
  • Laser;
  • Radiofrequência.

O tratamento alivia os sintomas, previne o agravamento da doença, além de Melhorar a aparência das pernas!

A consulta com o médico especialista Angiologista ou Cirurgião Vascular é a melhor forma para avaliação, diagnóstico e tratamento adequados das varizes.

Agende agora mesmo uma avaliação médica com Médico Vascular

Atendemos como Vascular em SBC (São Bernardo do Campo).

Agende agora mesmo uma avaliação médica com Médico Vascular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + vinte =